Detento tiktoker do Rio de Janeiro é transferido para prisão de segurança máxima

Preso compartilhava rotina cotidiana da cadeia de Campos dos Goytacazes; agora, irá para Bangu-1

  • Por Jovem Pan
  • 03/11/2021 17h27
Reprodução / TikTok Detento tiktoker compartilha imagens do dia a dia do presídio no Rio deJaneiro Apesar da proibição do uso de celulares na cadeia, detento compartilhava vídeos diariamente

A Secretaria de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro (Seap-RJ) determinou a transferência de um detento de um presídio de Campos dos Goytacazes, no norte do Estado, para uma cadeia de segurança máxima por compartilhar na rede social TikTok vídeos de sua vida cotidiana dentro da unidade prisional. O detento estava no presídio Dalton Crespo e irá para a Penitenciária de segurança máxima Laércio da Costa Pellegrino (Bangu 1), no Complexo de Gericinó, segundo a Seap. A utilização de celulares dentro dos presídios não é permitida. A conta do preso tinha 2,5 mil seguidores, que assistiam a vídeos mostrando as refeições no local, limpeza das celas e até um jogo de futebol durante o banho de sol. Ele interagia constantemente com os seguidores, que mandavam mensagens de bom dia e desejos de que ele fosse libertado.

A Seap realizou uma vistoria na cadeia em Campos para identificar o autor das imagens, o que conseguiu, e ainda encontrou 17 celulares, 13 Chips, além de uma pequena quantidade de drogas e outros itens não permitidos. O material apreendido foi encaminhado à delegacia local para realização de registro de ocorrência. “Já iniciamos um procedimento de apuração com a Corregedoria, que irá apurar a ocorrência com o máximo rigor que a lei permitir. É intolerável que os presos continuem tendo acesso ao mundo exterior. Vamos intensificar as ações de repressão e punir quando descobrirmos os envolvidos no ingresso desses materiais não permitidos na unidade”, afirmou o secretário de administração penitenciária do Rio, Fernando Veloso.