Doria diz que 3 milhões de doses da Janssen doadas pelos EUA não foram entregues aos Estados

Unidades chegaram ao país na última sexta-feira, 25, e no sábado, 26; o governador de São Paulo afirma que as vacinas não foram distribuídas pelo Ministério da Saúde

  • Por Jovem Pan
  • 30/06/2021 13h36
ADELEKE ANTHONY FOTE/THENEWS2/ESTADÃO CONTEÚDO - 29/06/2021João Doria cobrou a entrega das 678 mil vacinas da Janssen pelo governo federal a São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta quarta-feira, 30, que o Ministério da Saúde ainda não distribuir as 3 milhões da vacina contra a Covid-19 da Janssen que foram doadas pelo governo dos Estados Unidos. O montante chegou ao Brasil entre a última sexta-feira, 25, e o sábado, 26, e, segundo Doria, está estocado no depósito da pasta. “O governo de São Paulo solicita ao Ministério da Saúde a imediata liberação de 678 mil vacinas da Janssen que estão estocadas no deposito desde o dia 25 de junho”, afirmou Doria. “Faço isso em nome de todos os governadores dos Estados brasileiros, porque essas vacinas da Janssen, que foram doados pelo governo norte-americano ao Brasil, chegaram no aeroporto de Viracopos na sexta-feira, 25, e no sábado, 26. Estamos no dia 30 e elas ainda não foram distribuídas pelo Programa Nacional de Imunizações”, complementou o governador. “A nível nacional, são 3 milhões de doses de uma vacina que deveria estar no braço, mas está estocada no depósito do Ministério da Saúde.” Nesta quarta-feira, 30, o Estado de São Paulo começou a vacinar a população de 40 a 42 anos. Mesmo com a falta de doses que afetou municípios do Estado na última semana, governo confirmou a meta de imunizar todos os adultos até 15 de setembro. “É importante a gente ressaltar que estamos levando em consideração as entregas de vacinas anunciadas no site do Ministério da Saúde e, por isso, é muito importante que as doses que sejam entregues a todos os brasileiros”, complementou a coordenadora geral do Programa Estadual de Imunizações, Regiane de Paula.