Doria diz que vacinação contra Covid-19 pode ser antecipada no Estado de São Paulo

Confirmação virá após reunião do Programa Estadual de Imunização, que acontece na quinta-feira, 29

  • Por Jovem Pan
  • 29/06/2021 12h41 - Atualizado em 29/06/2021 16h57
ALOISIO MAURICIO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO - 29/06/2021O governador João Doria afirmou que, com a chegada de doses da Janssen, a vacinação pode ser antecipada em todos os Estados

O governador João Doria (PSDB) disse nesta terça-feira, 29, que o calendário de vacinação contra a Covid-19 no Estado de São Paulo pode ser antecipado. Atualmente, o Estado pretende vacinar toda a população adulta até 15 de setembro. Segundo o governo, ainda nesta terça, ao final da tarde, São Paulo irá receber mais 1 milhão de monodoses da CoronaVac. O encaminhamento dos imunizantes para a central de logística do Ministério da Saúde será realizado logo após a chegada. “Esse é um adicional ao que já tínhamos programado”, afirmou Doria. Além disso, nesta semana, o governo federal recebeu quase 5 milhões de doses da Janssen, imunizante desenvolvido pela farmacêutica do grupo Johnson & Johnson. “Com a chegada das vacinas da Janssen e a entrega pelo Ministério da Saúde, será possível antecipar o processo de vacinação não apenas em São Paulo, mas nos demais Estados também”, afirmou o governador. No fim de semana, o Instituto Butantan também recebeu insumo suficiente para a fabricação de 10 milhões de novas doses. “Nós também devemos antecipar o prazo previsto de 30 de setembro para a chegada das 100 milhões de doses da vacina do Instituto Butantan contratadas pelo Ministério de Saúde”, acrescentou. A confirmação da antecipação virá após reunião do Programa Estadual de Imunização, que acontece na quinta-feira, 29. De acordo com o governador, participam da reunião 42 pessoas de diversas secretarias.