Doria lamenta mortes causadas pelas chuvas em SP e anuncia liberação de R$ 15 milhões para municípios atingidos

Segundo balanço da gestão estadual, pelo menos 18 pessoas morreram em decorrência dos temporais que atingiram, de forma mais intensa, 11 cidades do Estado

  • Por Jovem Pan
  • 30/01/2022 16h05 - Atualizado em 30/01/2022 16h32
MISTER SHADOW/ASI/ESTADÃO CONTEÚDO - 11/08/2021 Governador de São Paulo, João Doria, durante coletiva de imprensa Governador concedeu coletiva em Franco da Rocha para falar sobre estragos causados pela chuva

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), lamentou as mortes causadas pelos temporais que atingiram o Estado durante todo o sábado, 29, e o começo do domingo, 30. De acordo com a atualização mais recente da gestão paulista, pelo menos 18 pessoas morreram nas últimas horas, sendo sete crianças. Outras quatro pessoas estão desaparecidas e cerca de 500 famílias estão desabrigadas ou desalojadas. As fortes chuvas afetaram, principalmente, a região metropolitana da capital e a parte do leste do Estado. Em coletiva de imprensa na cidade de Franco da Rocha, no início da tarde deste domingo, o tucano também informou a liberação emergencial de R$ 15 milhões para os municípios atingidos.

“Lamento pelas vidas perdidas por conta das fortes chuvas no estado de SP. Estou a caminho dos locais atingidos para acompanhar o trabalho das equipes dos Bombeiros”, escreveu Doria pelo Twitter. De acordo com o governador, 11 cidades foram afetadas: Arujá, Francisco Morato, Franco da Rocha, Embu das Artes, Várzea Paulista, Campo Limpo, Jaú, Ribeirão Preto, Capivari, Monte Mor e Rafard. “Essas onze cidades foram as que mais sofreram as consequências das intensas chuvas que se abateram nessa madrugada em São Paulo”, disse na coletiva.

Os recursos anunciados serão destinados aos municípios de Arujá (R$ 1 milhão), Francisco Morato (R$ 2 milhão), Embu das Artes (R$ 1 milhão) e Franco da Rocha (R$ 5 milhão), na Região Metropolitana de São Paulo, e Várzea Paulista (R$ 1 milhão), Campo Limpo Paulista (R$ 1 milhão), Jaú (R$ 1 milhão), Capivari (R$ 1 milhão), Montemor (R$ 1 milhão) e Rafard (R$ 1 milhão), no interior do Estado. O Inmet alerta para a continuidade das chuvas neste domingo, superiores a 60 mm/h ou acima de 100 mm/dia. De acordo com o órgão, há grande risco no Estado de São Paulo de  alagamentos e transbordamentos de rios, além de grandes deslizamentos de encostas. A Defesa Civil pede que, em situações como essa, as pessoas mantenham-se abrigadas até obter informações de que o caminho está seguro e evitem o trânsito por vias cobertas por água. Também são recomendadas medidas preventivas como executar a manutenção no madeiramento do telhado(para não ocorrer destelhamento em razão de chuvas), prestar atenção aos boletins meteorológicos e avisos de tempestades e, ao ser noticiado sobre chuva de granizo, deixar o veículo em local coberto, para evitar danos na lataria e nos vidros.