Eduardo Paes defende eficácia da CoronaVac e afirma: ‘Vacina boa é a que vai no braço’

Em publicação no Twitter, o prefeito do Rio de Janeiro relembrou a morte do pai após complicações da doença e disse que o ataque de Jair Bolsonaro ao imunizante se tratava de ‘desinformação’

  • Por Jovem Pan
  • 04/07/2021 15h10
ANDRE MELO ANDRADE/IMMAGINI/ESTADÃO CONTEÚDO - 11/03/2021Eduardo Paes rebateu o presidente Jair Bolsonaro e exaltou a CoronaVac

Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD) usou suas redes sociais na manhã deste domingo, 4, para rebater um vídeo em que o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), diz que a vacinação contra o novo coronavírus “não deu certo”. Em publicação no Twitter, Paes escreveu que sua mãe sobreviveu à Covid-19 por ter sido imunizada com as duas doses da Coronavac e que o ataque do chefe do Executivo ao imunizante se tratava de “desinformação”. No texto, ele ainda agradeceu ao Instituto Butantan e ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

“Tomem qualquer vacina. Vacina boa é a que vai no braço! Diante de desinformação me sinto obrigado a dar meu depoimento pessoal: minha mãe tomou as duas doses da CoronaVac e passou ilesa pela Covid. Meu pai só tinha tomado a primeira de outra vacina. Obrigado @butantanoficial e @jdoriaj”, disse o prefeito do Rio de Janeiro, que viu o pai, o advogado Valmar Souza Paes, morrer no último dia 25, aos 78 anos, vítima de complicações da doença. Em outra postagem, ele também criticou os “someliers” de vacinas. “E querer dar uma de sommelier de vacina e não ir tomar sua dose no dia certo deixando p o dia da repescagem achando que vai poder escolher vacina. Unidades de saúde acabam ficando cheias. Vá no seu dia!”, comentou. A Prefeitura do Rio vacinará nesta semana os habitantes de 42 a 40 anos de idade, de forma escalonada. Na semana seguinte, está prevista a imunização contra a covid-19 de pessoas entre 39 e 37 anos.