Em novo recorde, São Paulo registra 1.021 mortes por Covid-19 em 24 horas

Segundo a secretaria Estadual de Saúde, o número incluiu dados acumulados do final de semana; a máxima anterior era de 679 óbitos

  • Por Jovem Pan
  • 23/03/2021 10h42 - Atualizado em 23/03/2021 10h48
EDMAR BARROS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO -14/01/2021Com os novos dados, divulgados pela Secretaria Estadual da Saúde, o Estado soma 68.623 vítimas do coronavírus

O Estado de São Paulo registrou um novo recorde de mortes causadas por complicações da Covid-19. Nesta terça-feira, 23, foram 1.021 óbitos contabilizados nas últimas 24 horas. Com os novos dados, divulgados pela Secretaria Estadual da Saúde, o Estado soma 68.623 vítimas do coronavírus. Em número de casos, são mais de 2,3 milhões de ocorrências. Segundo a gestão estadual, os novos falecimentos não se referem apenas a mortes que aconteceram nas últimas 24 horas, incluindo dados acumulados do final de semana, que teve média diária de 94 óbitos entre domingo e segunda. O recorde anterior era de 16 de março, com 679 vítimas em um dia.

Além de uma alta nas mortes pela doença, São Paulo também registra aumento nas internações e hospitalizações. Ao todo, mais de 29 mil pacientes estavam internados em todo o Estado até esta segunda-feira, sendo 12.168 em centros de terapia intensiva devido à Covid-19, o que também representa um recorde desde o início da pandemia. Segundo a secretaria da Saúde, as taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 91,9% no Estado e de 91,6% na Grande São Paulo, o que demonstra o contínuo aumento nas hospitalizações durante a Fase Emergencial, mais restritiva, do Plano São Paulo, que seja em vigor até o dia 30.