Estado de São Paulo registra maior número de novas internações desde agosto de 2021

Taxa de ocupação de leitos de enfermaria para pacientes com Covid-19 em São Paulo é de 27,7%, enquanto para UTI é de 28,9%

  • Por Jovem Pan
  • 07/01/2022 16h31
MISTER SHADOW/ASI/ESTADÃO CONTEÚDO Profissional da saúde cuida de paciente com Covid-19 São Paulo vivencia um aumento nos casos de Covid-19 e um surto de influenza

O Estado de São Paulo registrou na quinta-feira, 6, o maior número de novas internações desde agosto de 2021. Foram 839 pessoas internadas. É a maior quantidade de internações desde 21 de agosto de 2021, quando o total do dia foi de 859. Os dados são do Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) e estão disponíveis no site do governo do Estado. No momento, a taxa de ocupação de leitos de enfermaria para pacientes com Covid-19 em São Paulo é de 27,7%, enquanto para os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é de 28,9%.

São Paulo, assim como outros Estados do país, está vivenciado um novo aumento de casos da Covid-19, causado em decorrência da variante Ômicron, e um surto de influenza. Na quarta-feira, 5, em coletiva de imprensa do governo do Estado, o secretário de Saúde do Estado, Jean Gorinchteyn, já havia alertado que, em comparação com a semana epidemiológica anterior, o número de internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) havia registrado um incremento de 29%.