Estado de SP anuncia 11 novos hospitais de campanha em combate à Covid-19

Unidades serão instaladas em nove AMEs e dois hospital localizados em onze cidades diferentes

  • Por Jovem Pan
  • 08/03/2021 13h28 - Atualizado em 08/03/2021 13h42
Roberto Casimiro/Estadão ConteúdoHoje já funcionam atendimentos semelhantes na favela do Heliópolis, em Bauru, em Franca e em Bebedouro

O governo do Estado de São Paulo anunciou, nesta segunda-feira, 8, que vai abrir onze hospital de campanha com 280 novos leitos hospitalares para atendimento primário e de UTI — 140 de tratamento intensivo e 140 de enfermaria — até o dia 31 de março. As unidades estarão localizadas em nove Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs) e dois hospitais: AME Santo André, AME Andradina, AME Santos, AME Barretos, AME Botucatu, AME Campinas, AME Ourinhos, AME Tupã, AME Itapetininga, Lucy Montoro de Fernandópolis e Hospital São José na capital paulista. Hoje já funcionam atendimentos semelhantes contra a Covid-19 na favela do Heliópolis, em Bauru, em Franca e em Bebedouro.

O Estado de São Paulo registrou um aumento de 7% nos casos e 17,8% nos óbitos pela Covid-19 na última semana epidemiológica (de 1º a 7 de março) em relação a anterior (22 a 28 de fevereiro). As internações cresceram 19% no mesmo período. São Paulo tem nesta segunda-feira 2.117.962 casos confirmados de coronavírus e 61.584 óbitos pela doença. A taxa de ocupação dos leitos de UTI está em 80% no Estado e em 81,2% na Grande São Paulo. Em relação ao número de internados, 8.427 estão em UTI e 10.622 em enfermaria — entre casos confirmados e suspeitos.