Estado de SP tem alta de 34% nas mortes por Covid-19 e endurece medidas

Marília, Presidente Prudente, Registro e Sorocaba agora estão na Fase 2 – Laranja do Plano São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 08/01/2021 13h13 - Atualizado em 08/01/2021 14h15
EFENos primeiros sete dias do ano, São Paulo registrou um aumento de 30% nos novos casos e de 8,2% nas internações

O governo do Estado atualizou, nesta sexta-feira, 8, o Plano São Paulo e divulgou os números da primeira semana epidemiológica, de 3 a 6 de janeiro de 2021, em relação à Covid-19. Nos primeiros dias do ano, São Paulo registrou um aumento de 30% nos novos casos, de 8,2% nas internações e de 34% nos óbitos pela doença em relação à última semana epidemiológica de 2020 — que foi do dia 27 de dezembro ao dia 2 de janeiro. Essa alta da taxa de mortes por coronavírus equivale ao que o Estado enfrentava no meio de setembro. Com isso, 90% do Estado continua na Fase 3 – Amarela do Plano e 10% está agora na Fase 2 – Laranja — regiões de Marília, Presidente Prudente, Registro e Sorocaba. Medidas valem a partir da próxima segunda-feira, 11.

O Centro de Contingência da Covid-19 no Estado revisou o Plano São Paulo e mudou alguns indicadores, endurecendo a possibilidade de regiões ascenderem para a Fase 3 – Amarela e Fase 4 – Verde. Além disso, ele reviu os critérios de restrição fazendo que mais atividades sejam liberadas em momentos mais restritivos das atividades econômicas. Essa revisão tem três elementos centrais: endurecimento para avançar para fase verde, endurecimento para classificação na fase laranja e mudança dos indicadores de evolução da pandemia (casos, internações e óbitos).

O que vale na Fase 2 – Laranja?

Ampliação das atividades permitidas para todos os setores (comércio, shopping, salão de belezas, academias e eventos culturais com público sentado);
Capacidade máxima limitada de 40% de ocupação em todos os setores;
Funcionamento máximo de estabelecimentos limitados  a 8h;
Parques estaduais abertos;
Proibição de atendimento presencial em bares;
Restrição de atendimento presencial às 20h em todos estabelecimentos.

O que vale na Fase 3 – Amarela?

Todas as atividades em funcionamento;
Capacidade máxima limitada a 40% de ocupação em todos os setores;
Funcionamento máximo de estabelecimentos limitados a 10h por dia;
Parques estaduais abertos;
Restrição de atendimento presencial às 20h em bares;
Restrição de atendimento presencial às 22h em demais setores.

O Estado de São Paulo tem, nesta sexta, 1.5528.952 casos confirmados de Covid-19 e 48.029 óbitos. A taxa de ocupação dos leitos de UTI está em 63,3% no Estado e em 65,5% na Grande São Paulo. Quanto ao número de internados, 5.06 estão em UTI e 6.794 em enfermaria — entre casos confirmados e suspeitos. Na última quinta-feira, 7, o governador do Estado, João Doria, e o Instituto Butantan divulgaram que a taxa de eficácia da CoronaVac é de 78% nos casos leves da doença e 100% em casos graves e internações. De acordo com o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, a equipe do governo estadual está “muito feliz” que a vacina foi incluída no Plano Nacional de Imunização (PNI). Ele ainda disse que, se por algum motivo, o início da vacinação prevista pelo governo federal atrasar, o Estado de São Paulo mantém a data de 25 de janeiro aos paulistas do grupo de risco — profissionais da saúde e idosos.