Ex-piloto de Stock Car, Tuka Rocha morre após acidente com aeronave na Bahia

Outras duas pessoas morreram: Maysa Marques Mussi e Marcela Brandão Elias

  • Por Jovem Pan
  • 17/11/2019 10h22
Reprodução/FacebookTuka Rocha havia tido complicações pulmonares e tinha sofrido queimaduras em 80% do corpo

O ex-piloto de Stock Car Tuka Rocha, de 36 anos, morreu na manhã deste domingo (17) após complicações de um acidente de avião em Maraú, no sul da Bahia. A profissional de relações públicas e assessora de imprensa Maysa Marques Mussi, que também estava no avião, morreu na noite do último sábado (16). A informação foi confirmada pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) e a Delegacia Territorial de Maraú investigam o acidente com a aeronave, que caiu nesta quinta-feira (14) na pista de pouso de um resort de luxo em Barra Grande. Ainda não se sabe a causa do acidente. O Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa II), da Aeronáutica, chegou na sexta-feira a Barra Grande também para investigar a razão da queda.

Tuka Rocha estava internado desde a última quinta-feira no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador. Ele havia tido complicações pulmonares e tinha sofrido queimaduras em 80% do corpo. O piloto de 36 anos foi submetido a várias cirurgias seu quadro era muito delicado especialmente em razão dos problemas no pulmão.

Maysa e Tuka estavam no avião bimotor com outras oito pessoas, entre familiares e amigos. A relações públicas e jornalista Marcela Brandão Elias, de 37 anos, também estava a bordo e morreu na hora. Além dela, estavam presentes seu marido, Eduardo Trajano Telles Elias, de 38 anos, e o filho do casal, Eduardo, de seis anos. Eles estão internados em estado grave no Hospital Geral do Estado (HGE) e não têm previsão de alta.

Os outros ocupantes da aeronave eram Aires Napoleão, de 66 anos, que pilotava o jato; Fernando Oliveira Silva, de 26 anos; Marcelo Constantino, de 28 anos, neto do empresário Nenê Constantino, dono da Gol; e Marrie Cavelan, de 27 anos. Todos estão internados no HGE.

O avião, um Cessna C550 fabricado em 1981, pertence ao empresário José João Abdalla Filho e está em situação regular na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Sobre Tuka Rocha

Tuka Rocha correu na Stock Car, principal categoria do automobilismo em que competiu, entre 2011 e 2018. O ex-piloto deixou a categoria em julho do ano passado depois de perder o patrocinador.

Ele passou por BMC, RZ e Ipiranga-RCM e sua última equipe foi a Vogel, pela qual ganhou o prêmio de revelação da Stock Car na sua temporada de estreia na categoria. Tuka chegou a vencer uma prova em 2015, em Ribeirão Preto.

Além da Stock Car, Tuka Rocha também competiu em outras categorias nacionais inferiores, como a A1GP e a Fórmula Superliga, em que o paulista pilotou o carro da equipe do Flamengo.

Em 2011, o ex-piloto da Stock Car tinha escapado ileso de um grave acidente. Na ocasião, o carro que pilotava pegou fogo durante uma competição no Rio de Janeiro, mas ele conseguiu pular do veículo e não teve ferimentos graves.

* Com informações do Estadão Conteúdo