Fornecimento de energia só deve ser restabelecido em SP na terça-feira, diz Enel

Fortes chuvas atingiram o Estado de São Paulo na sexta-feira, 3; ao menos seis pessoas morreram

  • Por Jovem Pan
  • 04/11/2023 15h51 - Atualizado em 04/11/2023 16h07
Divulgação/Defesa Civil Queda de árvore Queda de árvore causada por chuva em São Paulo

A cidade de São Paulo só deve ter o restabelecimento completo do sistema de energia elétrica na terça-feira, 7. A informação foi confirmada neste sábado, 4, pelo diretor de distribuição da Enel no município, Vincenzo Ruotolo, em coletiva de imprensa. Após as fortes chuvas na tarde de sexta-feira, 3, mais de 2 milhões de pessoas foram afetadas em todo o Estado. Destes, cerca de 500 mil já tiveram a energia restabelecida em suas residências. Só na capital paulista, esse número chegou a 1,4 milhão – 400 mil já tiveram a energia recuperada até o momento. “Foi um evento extraordinário, mas estamos aqui trabalhando muito para restabelecer o quanto antes”, afirmou o prefeito Ricardo Nunes (MDB). O emedebista também disse que mais de 1.400 pessoas trabalham no podamento de árvores e outros 1.900 atuam no serviço de limpeza.

O diretor da Enel afirmou que, das 308 escolas que aplicarão o Enem no próximo domingo, 84 ainda estão sem energia. “Estas estão sendo priorizadas para terem a energia restabelecida diretamente pela nossa rede elétrica, estamos mobilizando nossos geradores para atender eventualmente alguma escola que tenha dificuldade no dia da prova”, disse. Ao ser questionado sobre a possibilidade de faltar energia durante a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio, o prefeito do município afirmou que está “100% seguro” de que tudo correrá bem e que a Enel garantiu estar preparada caso seja necessário o uso de geradores. Pacientes vitais também estão tendo prioridade para ter a energia de suas residências normalizada o quanto antes e que, caso seja necessário, geradores serão enviados de forma individual para essas pessoas.

*Reportagem em atualização

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.