Funcionários da Vale fazem um minuto de silêncio após desastre em Brumadinho

  • Por Jovem Pan
  • 28/01/2019 15h52
Reprodução/TwitterFuncionários da Vale fizeram homenagens às vítimas de Brumadinho (MG)

A Vale anunciou, por meio de seu Twitter, que os funcionários de várias unidades fizeram um minuto de silêncio nesta segunda-feira (28) em respeito às vítimas do desastre em Brumadinho (MG), onde uma barragem da empresa rompeu na última sexta-feira (25) e deixou ao menos 60 mortos.

“Empregados da Vale no Brasil em várias cidades e estados se reuniram hoje cedo para fazer um minuto de silêncio em respeito aos atingidos pelo rompimento da Barragem I da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG)”, dizia o tweet.

Além disso, alguns funcionários também usaram uma fita preta no uniforme, em sinal de luto. As bandeiras nas unidades estavam hasteadas a meio-mastro. “Em algumas unidades, os empregados fizeram preces e orações”, informou o Twitter da Vale.

O advogado da Vale, no entanto, acredita que a empresa não tem responsabilidade pelo desastre em Brumadinho. “A Vale não vê responsabilidade. Nem por dolo, que é infração intencional da lei, nem por culpa, que é a infração da lei por imperícia, imprudência ou negligência. Ela atribui o acontecido a um caso fortuito que ela está apurando ainda”, disse Sergio Bermudes em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo”.

O último balanço divulgado pela Defesa Civil de Minas Gerais contabilizava 60 mortos e 292 desaparecidos em Brumadinho.