Governo de SP anuncia volta das aulas presenciais para o ensino técnico e superior em 2 de agosto

Instituições poderão retornar com 60% da capacidade de ocupação e obediência aos protocolos de saúde, como distanciamento social e uso de máscaras

  • Por Jovem Pan
  • 07/07/2021 13h51 - Atualizado em 07/07/2021 15h32
Eduardo Matysiak/Futura Press/Estadão Conteúdo - 19/08/2020Governo de São Paulo anunciou a retomada das aulas presenciais no ensino superior

O governo de São Paulo anunciou a volta das aulas presenciais em 2 de agosto para o ensino técnico e superior no Estado. As instituições poderão retornar com 60% da capacidade de ocupação e obediência aos protocolos de saúde, como distanciamento, uso de máscaras e álcool gel. O decreto foi publicado nesta quarta-feira, 7, e inclui universidades públicas, privadas e ensino técnico de nível superior. “Como estamos na fase de transição, equiparamos o ensino superior à área de serviços. Então eles vão poder seguir o mesmo horário de funcionamento e o mesmo percentual anunciado hoje, de 60%”, afirmou o secretário de Saúde, Rossieli Soares. O governo também reduziu as restrições para a área da saúde. Cursos de medicina veterinária, saúde coletiva e saúde pública poderão ter 100% do funcionamento presencial. Atividades práticas, laboratoriais e estágio também poderão voltar a funcionar sem restrição de ocupação, com distanciamento físico. “Nós temos um hiato muito grande de formação de todos os profissionais. Tínhamos liberado todas as áreas da saúde, mas a necessidade de aulas práticas é fundamental para a formação de todos os nossos jovens”, afirmou Soares.