Governo de SP remaneja vacinas e vai imunizar grávidas com doses da CoronaVac e Pfizer

Retomada vai acontecer na próxima segunda-feira, dia 17 de maio; Ministério da Saúde suspendeu a vacinação após um evento adverso grave com uma gestante que recebeu o imunizante de Oxford

  • Por Jovem Pan
  • 12/05/2021 13h03 - Atualizado em 12/05/2021 17h16
EFE/EPA/VICTORIA JONES / POOL - 09/12/20Desde ontem, grupo estava com a vacinação suspensa porque apenas doses da vacina de Oxford estavam disponíveis no Estado

O governo do Estado de São Paulo vai retomar a vacinação contra Covid-19 para grávidas e puérperas com comorbidades na próxima segunda-feira, dia 17. Isso só será possível devido a um remanejamento das doses recebidas nesta quarta-feira, 12, que vai disponibilizar imunizantes da CoronaVac e da Pfizer para o grupo. Desde ontem, gestantes e puérperas estavam com a vacinação suspensa porque apenas doses da vacina de Oxford/AstraZeneca estavam disponíveis no Estado. Uma nota da Anvisa, depois corroborada pelo Ministério da Saúde, pediu a interrupção da aplicação da vacina produzida pela Fiocruz nos dois grupos após um evento adverso grave em uma grávida que recebeu o imunizante.

As grávidas devem ter mais de 18 anos e comprovar qualquer idade gestacional, além da comorbidade. As puérperas poderão receber a vacina até 45 dias após o parto e comprovar o tempo da criança com a certidão de nascimento, além da comorbidade. Cerca de 100 mil pessoas são esperadas neste grupo. O governo de São Paulo também anunciou o início da vacinação para pessoas entre 45 e 49 anos com comordidades a partir do dia 21 de maio. Nesta mesma data, começam a ser aplicadas as doses para pessoas com deficiência permanente também entre 45 e 49 anos. A expectativa é de que 695 mil pessoas deste grupo se vacinem. Para ajudar a atender a demanda, postos de vacinação serão instalados em estações da CPTM, do Metrô e em um terminal de ônibus das 9h30 às 17 horas:

  • Guaianases (Linha 11 – Coral da CPTM)
  • São Miguel Paulista (Linha 12 – Safira da CPTM)
  • Jardim Helena/Vila Mara (Linha 12 – Safira da CPTM)
  • Itaim Paulista (Linha 12 – Safira da CPTM)
  • Corinthians/Itaquera (Linha 3 – Vermelha do Metrô)
  • República (Linha 4 – Amarela do Metrô)
  • Pinheiros (Linha 4 – Amarela do Metrô)
  • Butantã (Linha 4 – Amarela do Metrô)
  • Terminal São Mateus

O Estado de São Paulo tem nesta quarta-feira 3.038.240 casos confirmados da Covid-19 e 102.356 óbitos pela doença. A taxa de ocupação dos leitos de UTI está em 78,3% no Estado e em 76,4% na Grande SP. Entre os internados, 9.939 estão em UTI e 11.480 em enfermaria — entre casos confirmados e suspeitos. Em relação a última semana epidemiológica, o número de casos de coronavírus caíram 12,2%. As internações tiveram uma leve alta de 0,3% e os óbitos caíram 15,6%. Pelo menos 13.870.161 de pessoas já receberam pelo menos uma dose de alguma vacina contra a doença.