‘Trabalho remoto pode ajudar brasileiros a serem contratados por multinacionais’, diz fundador de fintech bilionária

Em evento patrocinado pela Jovem Pan, brasileiro Henrique Dubugras, co-fundador de fintech BREX, fala como implementação do home office pode ajudar o Brasil a longo prazo

  • Por Jovem Pan
  • 08/10/2020 19h44 - Atualizado em 08/10/2020 20h29
Silicon Valley Web Conference / Reprodução de vídeoCarlos Aros entrevistou Henrique Dubugras

Co-fundador da Brex, fintech sediada nos Estados Unidos, o brasileiro Henrique Dubugras analisou em conversa com Carlos Aros, jornalista especialista em tecnologia na Jovem Pan, nesta quinta-feira, 8, os impactos que o trabalho remoto pode causar no Brasil a curto e longo prazo. A conversa fez parte do Silicon Valley Web Conference. Durante a entrevista, Dubgras apontou que a implementação do trabalho remoto na pandemia foi um ponto positivo para que a empresa pudesse encontrar novos talentos fora do Vale do Silício. Para ele, a implementação do home office pode ser positiva para a contratação de brasileiros por empresas internacionais.  “Acho que esse negócio de [trabalho] remoto vai ajudar muito o Brasil. Vai parecer ruim a curto prazo, mas no futuro [os contratados] vão sair e estar muito mais bem preparados após aprender as melhores práticas”, disse. Em contratações recentes na fintech Brex, dois brasileiros passaram a fazer parte do time que antes só tinha membros do Vale do Silício. “A gente poder contratar nos Estados Unidos Inteiro, Canadá, México, Brasil. Isso facilita muito”, afirma.

A Brex é uma fintech que fornece cartão de crédito corporativo a empresas recém-criadas e sem histórico financeiro suficiente para contratar o mesmo serviço de bancos tradicionais. Avaliada no ano de 2018 em US$ 1,1 bilhão, ela é considerada um “unicórnio” no Vale do Silício e atende a empreendedores do país norte-americano. Perguntado sobre as possibilidades de voltar os negócios ao Brasil, Dubgras se mostrou estratégico. “Por enquanto a gente está focado em ganhar o Estados Unidos, depois a gente começa a focar em outros países. Com certeza o Brasil vai ser um deles”, pontuou. Ao lado do outro fundador da Brex, o também brasileiro Pedro Franceschi, Dubgras elencou a lista da revista Times 100 Next no quesito “inovadores” no ano de 2019. Aos 24 anos e envolvido com o mundo da programação desde os 12 anos de idade, ele é responsável pela criação de uma empresa com valor acima de US$ 1 bilhão.

Sillicon Valley Web Conference

A Silicon Valley Web Conference é considerada a maior experiência online sobre inovação, tecnologia e transformação digital da América Latina. Patrocinado pela Jovem Pan, o evento segue até o dia 30 de outubro com uma série de palestras que prometem mudar a visão dos participantes sobre negócios e o mundo. Mais de 10 temas diferentes deverão ser abordados ao longo das palestras. Entre elas, o AgroTech, HealthTech e Cultura e Pessoas. Os interessados em participar de mais palestras do Sillicon Valley Club podem fazer inscrição online no site do evento, que é realizado de toda segunda a quinta, das 18h30 às 22h. Na próxima semana, a conferência vai contar com palestras sobre Lifelong Learning, indústria de construção, varejo e mercado imobiliário.

Assista à entrevista abaixo: