Lázaro Barbosa é preso em Goiás, afirma governador Ronaldo Caiado

Criminoso estava foragido desde o dia 9 de junho; ele é suspeito de assassinar uma família inteira no Distrito Federal e de balear três pessoas em Cocalzinho de Goiás

  • Por Jovem Pan
  • 28/06/2021 09h52 - Atualizado em 28/06/2021 11h10
Eduardo Bolsonaor/Twitter/Montagem de fotos de reproduçãoLázaro Barbosa é procurado desde 9 de junho, quando matou um casal e seus dois filhos em Ceilândia, região administrativa do Distrito Federal

O governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado, informou, na manhã desta segunda-feira, 28, que Lázaro Barbosa, de 32 anos, suspeito de assassinar uma família numa área rural de Ceilândia Norte (DF) e de balear pessoas e manter reféns no município de Cocalzinho de Goiás (GO), foi preso. “Acabo de receber neste momento uma informação de todas as equipes que estão na região de Cocalzinho que o Lázaro foi preso”, disse governador em vídeo. “Como eu disse, era questão de tempo até que a nossa polícia, a mais preparada do País, capturasse o assassino Lázaro Barbosa. Parabéns para as nossas forças de segurança. Vocês são motivo de muito orgulho para a nossa gente. Goiás não é Disneylândia de bandido”, escreveu Caiado em seu Twitter. Segundo o governador, Lázaro foi preso no município de Cocalzinho de Goiás.

Além de Caiado, o secretário de Segurança Pública do Estado, Rodney Miranda, também usou as redes sociais para confirmar a prisão do suspeito. “Nosso maior compromisso é com a segurança da população de bem. Meus agradecimentos a todos os policiais que participaram dessa força-tarefa com tanta garra e determinação. A tranquilidade volta a ser realidade em Girassol”, disse. O criminoso é acusado de assassinar quatro pessoas da mesma família no último dia 9 em uma chácara do Distrito Federal. Uma quinta vítima teria sido morta em Goiás. Ele ainda é investigado por balear três pessoas no dia 12 no município de Cocalzinho de Goiás, onde se concentraram as buscas. Lázaro já tem uma condenação por homicídio na Bahia e é também procurado no DF e em Goiás pelos crimes de roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo.