Lira escolhe deputado do PSDB como relator do caso Daniel Silveira

Carlos Sampaio (PSDB-SP) foi promotor do MP-SP antes de ingressar na vida política; Câmara deve manter prisão de parlamentar bolsonarista

  • Por André Siqueira
  • 18/02/2021 20h17 - Atualizado em 18/02/2021 20h18
José Cruz/Agência BrasilCarlos Sampaio (PSDB-SP) foi escolhido pelo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), como relator do caso Daniel Silveira

O deputado federal Carlos Sampaio (PSDB-SP) foi escolhido pelo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), como relator do caso Daniel Silveira (PSL-RJ), preso na noite desta terça-feira, 16, após a publicação de um vídeo com ataques aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). “O deputado Rodrigo de Castro, líder do nosso partido, me ligou, dizendo que meu nome havia sido sugerido como relator do caso. Prontamente aceitei essa missão e terei, de hoje para amanhã, que me debruçar sobre todos os aspectos processuais e do mérito do caso. Amanhã, as palavras de ordem para esse parecer são: bom senso, sensatez e equilíbrio. Nós estamos analisando uma conduta extremada por parte de um colega parlamentar e temos a obrigação de agir não de forma extrema, mas de forma racional. Assim será meu parecer enquanto relator”, disse Sampaio à Jovem Pan.

A escolha de Sampaio é mais um dos indicativos de que a Câmara irá manter a prisão de Daniel Silveira. Ao longo desta quinta-feira, apurou a Jovem Pan, tucanos sinalizaram à cúpula da Casa que serão favoráveis à manutenção da decisão do STF. Na tarde de quarta, por unanimidade, os ministros da Corte referendaram a decisão do ministro Alexandre de Moraes. Carlos Sampaio foi promotor do Ministério Público de São Paulo (MP-SP) antes de entrar para a vida política e exerceu a função de líder do PSDB na Câmara nos dois últimos anos. O caso de Daniel Silveira será analisado na tarde desta sexta-feira, 18, pela Câmara. A sessão deliberativa está marcada para às 17h. Serão necessários 257 votos para derrubar o parecer, ou seja, se o deputado Carlos Sampaio emitir relatório favorável à prisão, Daniel Silveira só será solto se a maioria absoluta da Casa assim decidir.