Michel Temer é vacinado contra a Covid-19 em São Paulo: ‘Todos deveriam fazer o mesmo’

Ex-presidente tem 80 anos e recebeu a imunização no posto drive-thru do Pacaembu, que registra congestionamento; segundo Temer, ele tomaria qualquer vacina contra o coronavírus

  • Por Caroline Hardt
  • 27/02/2021 14h07 - Atualizado em 27/02/2021 14h07
Marcos Corrêa/PRSegundo Temer, ele deve receber a segunda dose do imunizante em até 90 dias

O ex-presidente Michel Temer (MDB) recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19 neste sábado, 27. Aos 80 anos, o emedebista faz parte da atual faixa etária priorizada para imunização na capital paulista, que contempla pessoas de 80 a 84 anos. Em entrevista à Jovem Pan, o ex-presidente garantiu que “nem sentiu a picada da vacina” e reforçou a importância da imunização para conter os avanços do coronavírus. “É importantíssima a vacinação, como é importante a vacina contra a gripe, que deu resultado contra a influenza. Antes era um conjunto de vacinas, hoje é uma vacina só. É importantíssimo. Pessoalmente, acho que todos deveriam vacinar.”

O ex-presidente recebeu a vacina de Oxford/AstraZeneca no posto de imunização drive-thru localizado na Praça Charles Miller, em frente ao Estádio do Pacaembu. O local registra, neste sábado, grandes filas de carros à espera da vacinação, o que causa congestionamentos na região. “A vacinação é rapidíssima. Demorou um pouco para chegar até o momento da vacina por causa da multidão de veículos, tinha um número imenso de carros. No passado, disseram que eu poderia vacinar [antecipadamente]. Mas eu disse ‘não, vou esperar a minha vez. Quando chegar, eu vacino'”, afirmou. Para Temer, a longa espera no local é resultado do desejo da população de ser imunizada. “Tinha uma multidão, não sei quantos carros, uma multidão, todos desejosos pela vacinação.”

Embora tenha recebido a vacina de Oxford, produzida no Brasil em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o ex-presidente ressaltou que não tinha preferências e que não foi ele que escolheu o imunizante. Segundo Temer, ele deve receber a segunda dose do imunizante em até 90 dias. A vacinação contra a Covid-19 acontece em cinco grandes pontos de imunização da capital paulista. Além do Pacaembu, a Arena Corinthians, o Autódromo de Interlagos, o Centro de Exposições do Anhembi e a Igreja Boas Novas, na Vila Prudente, também contam com postos drive-thru para aplicação dos imunizantes. Considerando a alta procura e a longa fila de espera para vacinação, que chega a três horas, a Prefeitura de São Paulo ampliou o horário de imunização deste sábado até as 19h.