Vacinação contra a Covid-19 em São Paulo tem longa fila de espera e congestionamento

Imunização teve o horário estendido das 17h para as 19h deste sábado em alguns postos; idosos entre 80 e 84 anos chegam a esperar até três horas para receber a vacina

  • Por Jovem Pan
  • 27/02/2021 12h53 - Atualizado em 27/02/2021 15h07
RONALDO SILVA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDODados da Companhia de Engenharia de Trânsito (CET) mostram lentidão de 1,1km na Avenida Doutor Arnaldo, assim em outros pontos da região

A vacinação contra a Covid-19 no Pacaembu, em São Paulo, está gerando lentidão e trânsito na região de entorno do estádio neste sábado, 27. Dados da Companhia de Engenharia de Trânsito (CET) mostram lentidão de 1,1km na Avenida Doutor Arnaldo, assim em outros pontos da região, como a Rua Major Natanael e a Avenida Pacaembu e demais vias no sentido da Praça Charles Miller, onde fica o estádio. A causa desse trânsito se deve principalmente ao início da vacinação de idosos entre 80 e 84 anos. Conforme apurou a reportagem da Jovem Pan, alguns idosos falaram que chegaram a esperar cerca de 3 horas para serem vacinados no posto drive-thru do Pacaembu. Com a alta procura pela imunização, a Prefeitura de São Paulo ampliou o período de aplicação dos vacinas até as 19h deste sábado nos postos do Pacaembu, da Igreja Boas Novas, na Vila Prudente e o do Autódromo de Interlagos. Inicialmente, a vacinação seria encerrada às 17h. O único posto drive-thru que ficará aberto até as 17h é o da Arena Corinthians, na zona leste da cidade. Já o horário do posto localizado no Anhembi será estendido até as 18h.

O ex-presidente Michel Temer, que tem 80 anos, foi imunizado no posto do Pacaembu neste sábado. Em entrevista à Jovem Pan, ele afirmou que demorou um pouco para conseguir chegar até o posto porque ‘tinha um número imenso de carros’, mas que o momento da vacinação foi muito rápido. Temer também reforçou a importância de receber o composto contra a Covid-19. “É importantíssimo, todos deveriam se vacinar”, disse o ex-presidente. Segundo ele, a vacina que recebeu foi a de Oxford, mas “tomaria qualquer uma”.

A imunização começou às 8h deste sábado na capital paulista nos postos drive-thru já mencionado e também em 82 AMAs (Assistências Médicas Ambulatoriais) espalhadas pela cidade. A partir desta segunda-feira, 1º de março, os idosos acima de 80 anos também poderão se vacinar em qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS). Existem quase 500 UBSs em São Paulo. O governador do Estado de São Paulo, João Doria, anunciou nesta sexta-feira, 26, que os idosos entre 77 e 79 anos poderão ser vacinados a partir da próxima quarta-feira, 3.