‘Não tem imposição de disciplina em cima do brasileiro’, afirma Mourão sobre a situação de Manaus

Vice-presidente acredita que o governo federal não tem responsabilidade sobre a situação do Amazonas

  • Por Jovem Pan
  • 15/01/2021 10h19
DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDOMourão também disse que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, chegou a alertar para o "inverno amazônico"

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou, nesta sexta-feira, 15, que o governo federal não tem responsabilidade e que não houve falha de planejamento em relação ao que poderia ser feito para ajudar Manaus, no Amazonas. Para ele, não era possível prever o que estava acontecendo em relação à mutação da Covid-19 e que a situação é diferente da enfrentada pela cidade no auge da pandemia. Ele ainda citou que medida restritivas deveriam ter sido impostas, mas lembrou que o brasileiro não tem costume de ficar em casa ou isolado.

“Não é nem questão de ter lockdown, é você comunicar a população que ela precisa manter determinadas regras no intuito de não se contaminar em uma velocidade que o sistema de saúde não consiga absorver. Aqui não fechamos nunca, né? Essa é a realidade. Você tem que entender a característica do nosso povo. Não tem essa imposição de disciplina em cima do brasileiro, não funciona muito”, disse Mourão ao chegar no Palácio do Planalto. Ele também disse que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, chegou a alertar para o “inverno amazônico” que acontece nesta época — onde chove muito e a umidade aumenta os riscos de doenças respiratórias.

*Com informações do repórter Antônio Maldonado