Após o nascimento, bebê é fotografado segurando DIU usado pela mãe

Carioca Paula Alvarez utilizava o método contraceptivo há três anos; antes de dar à luz a Bernardo, ela engravidou do primogênito Gabriel enquanto tomava pílula anticoncepcional

  • Por Jovem Pan
  • 06/07/2021 18h44 - Atualizado em 07/07/2021 13h36
Imagem: Reprodução/Instagram @mi_oliveira_photographyDe acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a eficácia do DIU Hormonal chega a 99,5%, enquanto a do DIU de cobre atinge 99,4%

Acostumada a registrar nascimentos, a fotógrafa Michelle Oliveira pensou que capturaria mais um parto como todos os outros no último domingo, 4. No entanto, não foi o que ocorreu. Como publicou no Instagram, ela “contemplou um milagre” ao fotografar o parto de Bernardo, que nasceu saudável no Rio de Janeiro após ser concebido mesmo com o uso do DIU (dispositivo intrauterino). Quando engravidou, a mãe da criança, Paula dos Santos Escudero Alvarez, completava três anos de uso do método anticoncepcional de longa duração. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o DIU hormonal é 99,5% eficaz contra a concepção, enquanto a eficácia do DIU de cobre chega a 99,4%.

“A vontade de Deus é irrevogável. Não há barreiras que impeçam um Milagre. E esse milagre da vida, o nascimento do Bernardo, não foi diferente. No último final de semana, tive a graça de poder contemplar um milagre com meu olhar”, disse a fotógrafa nas redes sociais. “Paula, a mãe do recém nascido, engravidou após três anos da colocada do DIU. Mesmo que o método gerasse risco à gravidez, Deus quis que Bernardo nascesse com 36 semanas de gestação, forte e perfeito, quebrando todos os paradigmas”, continuou. Segundo a postagem de Michelle, o bebê Bernardo é o segundo filho de Paula — o primogênito Gabriel também foi concebido com o uso de um método contraceptivo, a pílula anticoncepcional.