Operação contra tráfico de animais resgata macacos e araras no Paraná; veja fotos

Polícia encontrou documentos falsificados com tutora dos bichos e expectativa é de que mais prisões sejam feitas nas próximas semanas

  • Por Jovem Pan
  • 28/07/2021 15h41 - Atualizado em 28/07/2021 17h24
Polícia Civil do Paraná/DivulgaçãoMacaco-prego foi um dos resgatados em operação da polícia do Paraná

A Polícia Civil do Paraná prendeu nesta terça-feira, 27, uma mulher de 31 anos por usar documentos falsos e manter macacos, araras e um papagaio em cativeiro na cidade de Curitiba. A detenção foi parte de uma operação contra tráfico de animais silvestres no Estado, que também cumpriu mandados de busca e apreensão na cidade de Pontal do Paraná, no litoral do Estado, e Guaruva, em Santa Catarina. Segundo a PCPR, os bichos — dois macacos-prego, um papagaio e três araras — encontrados com a mulher foram encaminhados à rede de proteção animal da prefeitura de Curitiba e devem passar por exames. Não há informações sobre qual o destino que eles devem ter no futuro.

“Nós encontramos documentos falsos, documentos fraudulentos. Em razão disso, demos voz de prisão à tutora do animal por uso de documento falso e manter animal silvestre em cativeiro. Não é uma ação individual, é uma ação coordenada, onde a gente provavelmente vai encontrar uma rede de tráfico de animais aqui no Paraná, então é o primeiro passo para a gente conseguir prosseguir na investigação e conseguir prender outras pessoas e resgatar outros animais silvestres”, afirmou o delegado Matheus Laiola, responsável pelo caso. A casa na qual os animais foram encontrados tinha rastros de sujeira e gaiolas de armazenamento dos bichos. Nos outros endereços de busca e apreensão, a polícia encontrou mais documentos falsificados.