Outubro Rosa: Cristo Redentor será iluminado para lembrar prevenção ao câncer de mama

Evento da Fundação Laço Rosa acontece nesta quinta-feira, 1º, e prevê diversas ações online

  • Por Jovem Pan
  • 01/10/2020 15h03
EFE/Antonio LacerdaCristo Redentor ganhará iluminação rosa para celebrar o Outubro Rosa

O Cristo Redentor ficará iluminado de rosa a partir das 18h desta quinta-feira, 1º, marcando o início da edição 2020 do movimento Outubro Rosa, liderado pela Fundação Laço Rosa.A solenidade de iluminação contará com a participação da madrinha da campanha, a atriz Ana Furtado,seguida de uma live com participação da cantora Maria Rita e apresentação de atriz Adriane Galisteu, que será transmitida diretamente do Hotel Fasano, em Ipanema, a partir das 20h30. A iniciativa lembra que o câncer de mama não pode esperar, é uma causa de todos e deve ser lembrado durante o ano inteiro. A instituição é reconhecida nacionalmente pelo empenho em diminuir as desigualdades de acesso e tratamento do câncer. O tema da campanha, este ano, é #doarsalva.

Madrinhas de edições anteriores do Outubro Rosa, como Juliana Paes e Flávia Alessandra, darão depoimento sobre a causa durante a live, que já ganhou apoio de outras atrizes, entre as quais Ingrid Guimarães e Alinne Moraes. A campanha destaca que, este ano, devido à pandemia do novo coronavírus, muitas pacientes de câncer de mama tiveram seus tratamentos interrompidos. A presidente da Fundação Laço Rosa, Marcelle Medeiros, observou que o câncer de mama é uma doença que “não faz quarentena e nem espera”. Daí a importância da conscientização das mulheres em se cuidarem para evitar a doença.

“Doar precisa estar na cultura da população, porque vimos que #doarsalva. Por isso, lançamos esse movimento e convidamos todos que puderem para doar e arrastar outras pessoas pelo exemplo. Também lançamos o selo rosa para as empresas comprometidas com a Laço Rosa. O câncer não vai esperar a Covid-19 passar e os números, que já eram feios, agora são mais alarmantes. Mais do que nunca, é necessário e urgente que todos ajudem a salvar vidas”, disse Marcelle. De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), entre 2020 e 2022, o Brasil terá 66,280 mil casos novos de câncer de mama, ou seja, um risco estimado de 61,61 casos novos a cada 100 mil mulheres.

Ações online

Em razão da pandemia, as ações do Outubro Rosa 2020 serão todas online. Uma delas envolve a parceria da Laço Rosa com a Crossnetworking, que resultará, no próximo dia 10, no projeto Extra Life, que vai contar com a participação de youtubers e gamers. Os dois grupos disputarão com a meta de arrecadar doações para a causa do câncer de mama, em um formato de game show solidário. A Fundação Laço Rosa será representada no evento por Malena, dona do maior canal gamer feminino do Brasil, com mais de 6 milhões de seguidores. Ela vai disputar o jogo Minecraft com um especialista. Para vencer esse desafio, o público poderá ajudar Malena fazendo doações até atingirem metas que façam a representante da Laço Rosa vencer, informou a assessoria de imprensa da instituição.

A programação prevê ainda palestras de conteúdo médico, entretenimento, informações sobre direitos das pacientes, eventos sobre mercado de trabalho, entre outras iniciativas. Orientações para as inscrições podem ser obtidas no perfil @fundacaolacorosa. Este ano, as marcas Pantene, Grand Cru, Vigor, Ame Digital, Aneethun, Mamma Jamma, Eva, Agilitá, Afghan, Duloren, Antônio Banderas e Crossnetworking vão ganhar da Laço Rosa o selo Amigo Rosa, como marcas parceiras da instituição no combate ao câncer de mama.

*Com Agência Brasil