Outubro começa com forte onda de calor em SP e interior chega a 41ºC

Calor também atingiu os estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul com máximas de até 43ºC

  • Por Jovem Pan
  • 01/10/2020 14h43
FÁBIO VIEIRA/FOTORUA/ESTADÃO CONTEÚDOCalor intenso atinge todo o país nesta quinta-feira

O mês de outubro começou com altas temperaturas em todo o país. Apesar de ainda ser primavera, os termômetros de diversas cidades passaram dos 40ºC. De acordo com o Climatempo, o forte calor se deve a uma massa de ar quente que está sobre o Brasil e tem colaborado para recordes históricos de calor. Em São Paulo, Dracena registrou nessa quinta-feira 44ºC, superando o recorde de ontem de 41,5ºC. Outras cidades do interior também tiveram máximas elevadas como Lins 41ºC, Ibitinga 40ºC e Jales 42ºC. Na capital os termômetros chegaram a 39ºC na Paulista nesta quinta-feira, 30, e ontem já tinham batido 37,1ºC, o recorde para a cidade até então.

Os estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, que tem sofrido com as queimadas no Pantanal, também tiveram recordes históricos. A cidade de Coxim – MS bateu 43ºC hoje e ontem 44,1ºC, de acordo com medições do Climatempo. Já em Cuiabá – MT, o calor chegou a 41ºC. Outros estados como Goiás, Tocantins, Piauí, Bahia e Minas Gerais também passaram de 40ºC. Hoje o recorde nacional de calor é de Bom Jesus do Piauí, em 21 de novembro de 2005, que chegou a 44,7ºC nas estações meteorológicas do Instituto Nacional de Meterologia – INMET. De acordo com o INMET, até o dia 14 de outubro a previsão de chuvas moderadas é apenas para as regiões Norte e Sul tendo maiores concentrações no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, noroeste do Amazonas e Roraima. Nas regiões Sudeste e Centro-Oeste terá ausência de chuva ou chuva fraca e isolada.

Veja a previsão do tempo para os próximos dias na capital paulista:

  • Sexta-feira (2): Mínima de 19ºC e máxima de 22ºC
  • Sábado (3): Mínima de 16ºC e máxima de 22ºC
  • Domingo (4): Mínima de 15ºC e máxima de 22ºC