PF investiga se vacina usada para imunizar empresários em MG é falsa

Agentes da corporação cumpriram mandados de busca e apreensão na casa de uma enfermeira e em uma clínica

  • Por Jovem Pan
  • 30/03/2021 22h31
Divulgação/PFMandados foram cumpridos nesta terça-feira, 30

Na tarde desta terça-feira, 30, agentes da Polícia Federal (PF) cumpriram mandados de busca e apreensão na casa de uma enfermeira e em uma clínica em Minas Gerais. A profissional de saúde e seu filho são suspeitos de aplicar doses de vacinas contra a Covid-19 em um grupo de empresários mineiros. No momento, a PF trabalha com três hipóteses: as vacinas foram importadas ilegalmente, desviadas de postos de vacinação do Ministério da Saúde ou falsificadas. Segundo a corporação, os empresários admitiram em depoimento a aquisição das doses de procedência ilícita. A mulher tem passagem por furto e teria comercializado as doses para outras pessoas que não estão sendo investigadas na Operação. A enfermeira e seu filho foram conduzidos à da Superintendência da Polícia Federal em Minas Gerais, para prestarem depoimento.