PM é morta em assalto na zona sul de São Paulo

O caso foi registrado como latrocínio no 101° Distrito Policial de acordo com a Secretaria da Segurança Pública

  • Por da Redação
  • 19/01/2024 20h27
Divulgação/Governo do Estado de São Paulo POlicias militares em formação O caso foi registrado como latrocínio no 101° Distrito Policial (Jardim das Imbuias), de acordo com a Secretaria da Segurança Pública

Uma policial militar foi morta na noite de quinta-feira, 18, por volta das 22h30, durante um assalto na região de Parelheiros, zona sul de São Paulo. A vítima identificada como Sabrina Freire Romão Flanklin, de 30 anos, era integrante do 22º Batalhão Metropolitano. De acordo com informações da Polícia Militar, a soldado estava de folga e transitava de motocicleta em trajes civis quando foi abordada por dois criminosos em outra moto. Os assaltantes anunciaram o roubo e, na tentativa de se defender, a policial foi atingida por um disparo de arma de fogo. Os criminosos fugiram rapidamente do local, levando a arma de Sabrina, de acordo com o registro da PM. A soldado foi socorrida por uma equipe policial e levada ao pronto-socorro do Hospital Parelheiros, próximo ao local do crime. Ela passou por uma cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos. A policial era casada e não tinha filhos, informou a corporação.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan News e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

O governador Tarcísio de Freitas lamentou a morte da soldado Sabrina nas redes sociais. “Lamento profundamente a morte da soldado Sabrina Freire, alvo de criminosos que covardemente atacaram aqueles que atuam com o firme propósito de proteger a sociedade”, escreveu. Nos últimos dois dias, três policiais foram vítimas de ações criminosas. Além da soldado Sabrina, que foi morta, um agente está internado em Guarulhos, na região metropolitana, e outro no Hospital das Clínicas, na capital paulista. O caso foi registrado como latrocínio no 101° Distrito Policial (Jardim das Imbuias), de acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP). As imagens da ocorrência e os relatos de testemunhas estão sendo investigados pela polícia.

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.