Polícia apreende 33 cilindros de oxigênio escondidos em caminhão em Manaus

Dono do veículo possui empresa de oxigênio e afirma que escondeu material por medo da população invadir estabelecimento e furtá-lo; veja imagens

  • Por Giullia Chechia Mazza
  • 15/01/2021 15h31
Imagem: Divulgação/Polícia Civil de ManausDos 33 cilindros de oxigênio apreendidos, 26 estavam cheios

A Polícia Militar e a Polícia Civil do Amazonas apreenderam, nesta quinta-feira, 14, 33 cilindros de oxigênio que estavam escondidos em um caminhão no bairro da Alvorada, em Manaus. Deles, 26 ainda possuíam oxigênio. A ação policial foi iniciada após uma denúncia anônima, que avisou sobre uma movimentação estranha no caminhão, que permanecia estacionado no local enquanto cilindros de oxigênio eram retirados do veículo e deslocados para carros particulares. O dono do caminhão, um homem de 38 anos, foi detido e responderá por reter produtos para o fim de especulação e ficará à disposição da Justiça.

Segundo o Departamento de Polícia do Interior (DPI), durante o interrogatório policial o homem revelou que possui uma empresa de comercialização de cilindros de oxigênio, mas decidiu trocar o material de local pois estava com medo de que a população invadisse seu estabelecimento em busca dos cilindros. Após a apreensão, a polícia encaminhou os 26 cilindros cheios para quatro hospitais da rede estadual de saúde. O Hospital Beneficente Português recebeu onze cilindros, a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) recebeu seis, outros seis foram para o SPA do São Raimundo e três para o SPA do Coroado.

Com alta no número de novos casos de Covid-19 e internações causadas por complicações da doença, o sistema de saúde do estado do Amazonas entrou em colapso. O ápice da crise aconteceu nesta quinta-feira, 14, quando pacientes internados morreram por asfixia devido ao fim de estoque de oxigênio nos hospitais da região. De acordo com a White Martins, produtora de oxigênio em Manaus, a demanda pelo material ficou cinco vezes maior nos últimos 15 dias, por isso a companhia não conseguiu suprir a quantidade requerida. Neste momento, autoridades de todo o país se mobilizam para transportar oxigênio para a região.

Veja imagens da apreensão: