Polícia do Paraná prende quinto suspeito de envolvimento em ataque a escola de Cambé

Ataque que resultou na morte de dois alunos completou uma semana nesta segunda-feira, 26; caso segue sendo investigado

  • Por Jovem Pan
  • 26/06/2023 19h08 - Atualizado em 26/06/2023 21h42
Reprodução/ Google Street Views Escola Paraná ataque Ataque em escola de Cambé, o norte do Paraná, completou uma semana nesta segunda-feira, 26

A Polícia Civil do Paraná prendeu, nesta segunda-feira, 26, um homem de 39 anos por envolvimento no ataque ao Colégio Estadual Helena Kolody, em Cambé, no norte do Estado. O ataque resultou na morte de dois alunos da instituição: Karoline Verri Alves, 17 anos, e Luan Augusto, 16 anos. Os dois eram namorados. O suspeito é morador de Rolândia, cidade vizinha de Cambé. No âmbito das investigações do caso, a polícia havia prendido um homem de 35 anos e outro 21, ambos de Rolândia, e um jovem de 18 anos, de Gravatá, em Pernambuco. O autor dos disparos também foi preso, mas foi encontrado morto na prisão dias após o ataque. O crime completou uma semana nesta segunda-feira. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp-PR), as investigações prosseguem a polícia apresentará a dinâmica dos fatos após a conclusão do inquérito.

Leia a íntegra da nota da Sesp:

A Secretaria de Segurança Pública informa que a Polícia Civil prendeu um homem de 39 anos, morador de Rolândia, na manhã desta segunda-feira (26), também por envolvimento no ataque ao Colégio Helena Kolody, em Cambé, na última segunda-feira (19). Dentro dessa investigação também foram presos, além do autor, um homem de 35 anos e um homem de 21 anos, os dois de Rolândia, e um homem de 18 anos em Gravatá, no estado de Pernambuco. As investigações seguem em andamento. Assim que o inquérito for concluído e encaminhado ao Poder Judiciário, a PCPR vai apresentar a dinâmica dos fatos e o motivo das prisões“.

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.