Polícia Federal cumpre 27 mandados de prisão contra integrantes do PCC

Investigações mostram que os líderes da facção tinham um plano de se aliar com grupos criminosos do Rio de Janeiro

  • Por Jovem Pan
  • 25/08/2020 08h32 - Atualizado em 26/08/2020 08h50
Divulgação/PFOs presos estão sendo investigados por participação em organização criminosa e tráfico de drogas e armas

Policiais federais cumprem nesta terça-feira, 25, 27 mandados de prisão preventiva e dez de busca e apreensão contra acusados de integrar o Primeiro Comando da Capital (PCC), facção criminosa que atua em vários estados. O objetivo da Operação Expurgo é evitar que o grupo, que é a principal facção de São Paulo, se consolide no Rio de Janeiro. Segundo informações da Polícia Federal (PF), investigações iniciadas em dezembro de 2018 mostram que os líderes da facção tinham um plano de se expandir para o estado do Rio, através de alianças com grupos criminosos.

O grupo já atua no Rio, mas a polícia quer evitar que ele se estabeleça de vez no estado. Muitas das lideranças já estão presas e continuam controlando as atividades criminosas de dentro de presídios do Rio e de outros estados, com o uso de aplicativos. Os mandados foram expedidos pela 2ª Vara Criminal de Bangu, no Rio de Janeiro, e estão sendo cumpridos em seis estados: Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco, Minas Gerais, Pará e Mato Grosso do Sul. Os presos estão sendo investigados por participação em organização criminosa e tráfico de drogas e armas.

*Com Agência Brasil