Políticos lamentam morte da mãe de Bolsonaro e prestam solidariedade ao presidente; confira

Ministros, ex-ministros e base de apoio do presidente utilizaram as redes sociais para falar sobre o ocorrido; Olinda Bonturi tinha 94 anos e morreu em um hospital do Estado de São Paulo na madrugada desta sexta

  • Por Jovem Pan
  • 21/01/2022 09h02 - Atualizado em 21/01/2022 09h35
Reprodução/Twitter/@jairbolsonaro Mãe de Jair Bolsonaro Olinda Bolsonaro ao lado do filho, o presidente Jair Bolsonaro

Na manhã desta segunda-feira, 21, após a notícia da morte matriarca da família Bolsonaro, Olinda Bonturi Bolsonaro, 94, mãe do presidente da República, vários políticos usaram as redes sociais para lamentar a perda e prestar solidariedade a Jair Bolsonaro (PL) e sua família. Entre eles, os ministros Damares Alves, Marcelo Queiroga, Anderson Torres; os ex-chefes de pasta Ricardo Salles e Abraham Weintraub; as deputadas federal Bia Kicis (PSL-DF), Carla Zambelli (PSL-SP) e a parlamentar estadual de São Paulo Janaina Paschoal (PSL-SP); o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD) também publicou uma mensagem em respeito. A Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) do governo federal também se manifestou e publicou uma nota de pesar. Olinda Bolsonaro morreu na madrugada desta sexta no Hospital São João, em Registro, no Estado de São Paulo, onde estava internada desde a segunda-feira, 17.

Damares disse que está rezando pelo presidente e pela família: “Orando agora pelo nosso Presidente Jair Bolsonaro e família. Dona Olinda Bolsonaro, a mãe que ele tanto amou e honrou, foi para o céu. Que Deus console toda família. O senhor foi um filho extraordinário, presidente. Força Michelle! Força meninos! Descanse em paz, Dona Olinda!”. Já Anderson Torres e Queiroga registraram seus sentimentos. “Meus mais sinceros sentimentos de pesar e solidariedade neste momento de dor por essa perda tão grande. Que Deus o conforte e siga iluminando seus caminhos”, escreveu Torres. Confira abaixo essas e outras mensagens de solidariedade publicadas.