Estradas para a Baixada Santista não terão bloqueios no feriado, mas governo pede conscientização

Cidades permitem atividades na orla e na faixa de areia, mas temem aglomeração durante feriado de 7 de setembro

  • Por Denise Bonfim
  • 04/09/2020 07h18 - Atualizado em 04/09/2020 07h25
FERNANDA LUZ/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDOPraia do Embaré, na cidade Santos, no último domingo: grande movimentação chamou a atenção

A previsão do tempo para o feriado de 7 de Setembro é de sol na Baixada Santista e o número de turistas que deve se deslocar até o litoral do estado preocupa o governo e as prefeituras em razão da pandemia do novo coronavírus. Embora não estejam previstos bloqueios para evitar a chegada dos viajantes à região, o estado de São Paulo e os municípios preparam uma campanha de conscientização na descida da serra. Nas estradas e rodovias, mensagens lembrando a população sobre a importância do distanciamento social serão veiculadas em painéis eletrônicos. A ação é uma parceria da Secretaria Estadual de Logística e Transportes com as concessionárias. Posts nas redes sociais também vão abordar a importância de ficar em casa. Já nos municípios, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) se juntará ao efetivo das guardas municipais, auxiliando a fiscalização de eventuais irregularidades.

Em Santos, onde no último domingo, 30, a movimentação acima do normal na orla chamou atenção, a equipe da prefeitura vai fiscalizar o uso de máscaras, a permanência na faixa de areia e as atividades comerciais ao longo da orla. O banho de mar está permitido, desde que individual, bem como a prática individual de atividades esportivas na areia e no calçadão. Cadeiras de praias, esteiras e guarda-sóis continuam proibidos. Na cidade, a falta de máscaras rende multa de R$ 100. Apenas no último fim de semana, mais de 780 pessoas receberam orientações quanto ao uso correto do objeto, e 11 foram autuadas. Em São Vicente e Praia Grande, guarda-sóis, bicicletas e cadeiras estão vetados na faixa de areia. Na Praia Grande, porém, a prática de esportes individuais é liberada, desde que o uso da máscara e o distanciamento social sejam respeitados. Em Itanhaém, estão valendo as medidas de distanciamento. As atividades esportivas individuais e coletivas estão permitidas na faixa de areia, assim como o banho de sol e de mar, desde que sem contato físico ou aglomerações.

No Guarujá, a “Operação Independência” começa já nesta sexta-feira, às 13h, para coibir eventuais excessos durante o feriadão. A programação prevê a realização de um pedágio educativo, além da fiscalização e orientação do uso de máscaras e das praias. Esportes sem contato físico são permitidos na faixa de areia, calçadão e no mar. Já a permanência para banho de sol, que pode causar aglomerações, segundo a prefeitura, está vetada.

Segundo a última atualização do Governo de São Paulo, a Baixada Santista possui 49.133 casos do novo coronavírus, e 1.757 mortes. A região é composta por Bertioga, Cubatão, Itanhaém, Guarujá, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente. Itanhaém, São Vicente e Praia Grande figuram entre as 20 cidades com maior índice de isolamento social em todo o estado, com 48%, 45% e 44%, respectivamente.