Prefeito chama deputado estadual de ‘corno’, tem princípio de infarto e vai parar na UTI; veja vídeo

Em sessão da Assembleia Legislativa do Acre, Mazinho Serafim ofendeu Gerlen Diniz por discussão sobre gestão da cidade de Sena Madureira

  • Por Jovem Pan
  • 25/05/2022 21h04
Reprodução / Twitter / @AltinoMachado Homem com os braços pra trás e cara de irritação ao lado de mulher Prefeito de Sena Madureira foi acusado por deputado de desvios

O prefeito da cidade de Sena Madureira (AC), Mazinho Serafim (MDB), viveu fortes emoções nesta quarta, 25. O mandatário esteve numa sessão da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), no qual teve uma forte discussão com o deputado Gerlen Diniz (PP). Após trocar acusações e ofensas com o parlamentar, Serafim teve um princípio de infarto e precisou ser levado às pressas para a UTI, onde foi submetido a um cateterismo de urgência. A discussão entre o prefeito e o deputado começou por causa de um discurso de Diniz, que usou o púlpito da Câmara para criticar a gestão municipal, acusando-a de cometer desvios de verba em uma usina de asfalto. Ele terminou a fala xingando o prefeito: “O cidadão que faz uma coisa dessas é um criminoso, tinha que estar preso, não é digno de ser prefeito de uma cidade”, disse.

Serafim, que estava presente na sessão, se revoltou e passou a retrucar as ofensas. “Você é um pilantra, você não tem coragem de vir até aqui, você não tem moral”, declarou o prefeito, tentando avançar em direção a Diniz. “Tem que estar preso, criminoso. Tem que ser retirado, vai bagunçar na sua casa. Você pensa que tenho medo do senhor, não tenho medo não, rapaz. Tem que ser retirado esse vagabundo. Segurança! Estou no meu trabalho, sou deputado estadual. Se não retirar eu vou lá, eu vou acertar o pé do ouvido desse vagabundo, eu estou falando. Ou retira ou eu vou lá. Sou deputado estadual e esse rapaz veio tumultuar. Está no regimento interno, está tumultuando a sessão”, rebateu Diniz enquanto era acalmado por outros parlamentares.

A discussão foi apaziguada pelos demais deputados e a sessão sofreu interrupção. Mesmo após a suspensão dos trabalhos, é possível ouvir o prefeito xingando o deputado: “Palhaço, corno, corno. Você é um corno”, diz. Após a sessão ser retomada, Diniz volta ao púlpito e às críticas contra o gestor de Sena Madureira. “Vejam que espetáculo deplorável, que show de horrores foi descrito na Aleac, no plenário. Um cidadão sem nenhuma educação que não respeita ninguém, veio aqui para tumultuar e fazer bagunça. Pensa que com gritos, que com intimidação vai conseguir me calar. Não vai. Inclusive, senhores, não tenho medo, mas se algo acontecer comigo, já sabem quem é o mandante”, disse, e ainda acrescentou que o oponente deveria ter saído da Aleac algemado. Pouco depois, Serafim começou a sentir os sintomas do infarto e foi socorrido. A Jovem Pan entrou em contato com a prefeitura de Sena Madureira em busca de informações sobre o estado de saúde do prefeito, mas não obteve resposta até a publicação deste texto.