Prefeitura de SP anuncia ‘xepa’ da terceira dose para profissionais da saúde

Cadastro vale para maiores de 18 anos que receberam a segunda dose ou dose única da vacina há pelo menos seis meses

  • Por Jovem Pan
  • 23/09/2021 15h43 - Atualizado em 23/09/2021 16h48
EFE/Marcial Guillén/Archivo Idosos com mais de 60 anos também pode se cadastrar na 'xepa' para o recebimento da dose de reforço

Prefeitura de São Paulo permitiu que profissionais da saúde com mais de 18 anos se inscrevam na “xepa” para receber a dose de reforço da vacina contra a Covid-19. Nesse caso, a imunização será feita com as doses remanescentes dos imunizantes. A partir desta quinta-feira, 23, os trabalhadores da área poderão realizar a inscrição em qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS) do município. O cadastro vale para maiores de 18 anos que receberam a segunda dose ou dose única da vacina há pelo menos 6 meses. A prefeitura ressalta que os profissionais precisarão levar o comprovante de vínculo empregatício em serviço de saúde do município de São Paulo, documento de conselho de classe, comprovante de profissão, certificado ou diploma.

O cadastro para “xepa” da terceira dose também está aberto para idosos com mais de 60 anos que tenham recebido a segunda dose ou dose única há pelo menos seis meses. Vacinados com a primeira dose da Pfizer, da AstraZeneca e da CoronaVac poderão antecipar a segunda dose por meio da dose remanescente: 30 dias de intervalo em relação à primeira dose para AstraZeneca e Pfizer e 15 dias para a Coronavac. A gestão municipal lembra que a “xepa” está sujeita à disponibilidade ao final do dia em cada UBS. A orientação da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) é que nenhuma dose viável de vacina seja desperdiçada.