Prefeitura de SP sanciona concessão do Vale do Anhangabaú por R$ 6,5 milhões

Reforma do espaço deve ser concluida em 29 de dezembro; custos da obra atingem R$ 93,8 milhões

  • Por Jovem Pan
  • 02/12/2020 12h52 - Atualizado em 02/12/2020 15h37
ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOVale do Anhangabaú, no centro de São Paulo, em obras

A Prefeitura de São Paulo sancionou nesta quarta-feira, 2, a concessão do Vale do Anhangabaú por dez anos. A resolução publicada no Diário Oficial também convoca os responsáveis pela proposta vencedora, que ofertaram R$ R$6.509.000,33 pela licença, para assinar o contrato em até 30 dias. A aliança entre as empresas G2P Partners, especializada em Parcerias Público-Privadas, e a Gmcom Eventos e Projetos Especiais, responsável pela gestão, preservação e a ativação do espaço sociocultural, comandará o Vale. O Vale do Anhangabaú está em obras, que estão atrasadas ou foram adiadas, desde o último ano. Segundo a mais recente estimativa, o espaço deve ser entregue em 29 de dezembro. Até o momento, o projeto de reforma possui o custo de R$ 93,8 milhões, valor 17,4% superior ao previsto inicialmente. A concessão também inclui a escadaria da Rua Dr. Miguel Couto, as Praças do Patriarca e Ramos de Azevedo, as Galerias Prestes Maia e Formosa e o trecho da Avenida São João entre as Ruas Conselheiro Crispiniano e São Bento. Incluindo despesas e investimentos, em dez anos, o custo do contrato deve atingir R$ 49,2 milhões.

Nos últimos meses, a reforma no Anhangabaú tem gerado polêmica nas redes sociais. Muitas pessoas criticam os altos custos, o envolvimento da iniciativa privada na obra, assim como a pavimentação de grande parte do espaço. No entanto, a Prefeitura reforça a importância da ação uma vez que, “a gestão, manutenção, preservação e ativação sociocultural” do Vale, realizadas a partir da concessão, devem ampliar a presença da população no espaço público. O projeto de remodelação urbana para a região inclui a implantação de 852 pontos de iluminação cênica, 11 quiosques de lojas e cafeterias, 852 jatos d’água e a realização de eventos diários.