Presidente de Honra da Portela, Mestre Monarco morre aos 88 anos

Baluarte do samba estava internado para uma cirurgia no intestino, mas não resistiu às complicações

  • Por Jovem Pan
  • 11/12/2021 20h14
Reprodução/ Twitter Portela Mestre Monarco; portela Mestre Monarco estava na escola desde 1950

Na noite deste sábado, 11, o Grêmio Recreativo Escola de Samba Portela anunciou que o presidente de honra, Mestre Monarco, faleceu aos 88 anos. Segundo a nota da escola carioca, Monarco estava internado desde o mês de novembro no Hospital Federal Cardoso Fontes, em Jacarepaguá, na zona oeste do Rio de Janeiro. Ele fez uma cirurgia no intestino, mas teve complicações e não resistiu. Monarco deixa esposa, filho, netos e uma legião de fãs e admiradores. Ainda não há informação sobre o velório e enterro. Na sexta-feira o presidente foi homenageado durante a inauguração da Sala de Troféus da Portela, que leva seu nome. Sua última apresentação foi em outubro na quadra da Majestade do Samba.

Mestre Monarco teve uma carreira brilhante no samba. Ele nasceu em Cavalcante, na zona norte, e se mudou para Nova Iguaçu ainda criança. Quando era adolescente foi para o bairro Oswaldo Cruz, o berço da Portela. Em 1950, aos 17 anos, entrou para a ala dos compositores. Músicas como ‘Nunca vi você tão triste’, ‘Passado de glória’, ‘Portela desde criança’ e ‘Vai vadiar’ foram alguns de seus sucessos. Desde 1995 era o líder da velha-guarda da escola após a morte do compositor Manaceia. Monarco teve uma breve passagem pela Unidos do Jacarezinho nos anos 60, mas logo retornou à Portela.