São Paulo registra mais dois casos da varíola dos macacos e total no país chega a 11

Segundo o Ministério da Saúde, país investiga outros dez casos suspeitos da doença em cinco Estados: Ceará, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Acre e Rio Grande do Sul

  • Por Jovem Pan
  • 22/06/2022 19h11
CDC/Brian W.J. Mahy/Divulgação via REUTERS Varíola dos macacos Varíola dos macacos é transmitida por vias respiratórias, apontam especialistas

Mais dois casos positivos da varíola dos macacos foram confirmados nesta quarta-feira, 22, pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Com os novos registros, o número de infectados pela doença no Estado chega a sete — três na capital, dois em Indaiatuba, um em Santo André e outro em Vinhedo. Em nota, a secretaria afirmou que todos os casos são importados, com pacientes com histórico de viagem para a Europa. “Eles estão com boa evolução do quadro, em isolamento residencial e são acompanhados pelas vigilâncias epidemiológicas dos seus respectivos municípios, com apoio do Estado.” Em todo o Brasil o número de casos da varíola dos macacos chegou a 11. Além dos sete no território paulista, há dois no Rio de Janeiro e outros dois no Rio Grande do Sul. O Ministério da Saúde confirmou todos os casos.

Além dos casos positivos, o país registra dez casos suspeitos da doença, ainda de acordo com a pasta. Destes, dois estão no Ceará, quatro no Rio de Janeiro, um em Santa Catarina, outro no Acre e mais dois no Rio Grande do Sul. De acordo com especialistas, a varíola dos macacos é transmitida por vias respiratórias. No entanto, os médicos apontam que a transmissão acontece apenas quando o contato é feito por um longo tempo.