São Paulo registra o dia mais quente do ano

Temperatura média máxima chegou aos 34,1°C neste sábado, superando recorde de 1º de janeiro; calor e tempo seco permanecem nos próximos dias

  • Por Jovem Pan
  • 13/09/2020 11h54
CRIS FAGA/FOX PRESS PHOTO/ESTADÃO CONTEÚDOSegundo o CGE, as médias para o mês de setembro costumam ser em torno de 25,6ºC

A cidade de São Paulo registrou o dia mais quente do ano neste sábado, 12, quando a média da temperatura máxima foi de 34,1°C, superando os 33,7°C registrados no dia 1º de janeiro de 2020, segundo dados do Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE). A máxima absoluta, 36,0°C, foi observada no bairro de Itaquera, na zona leste. De acordo com o órgão, os valores são muito elevados para essa época, já que a média das máximas do CGE para setembro é de 25,6°C.

Este sábado também registrou a tarde mais seca do ano. A média dos menores índices de umidade foi de 21,9%, inferior ao reportado na última quinta-feira,10, de 23,4%. A subprefeitura de Cidade Ademar, na zona sul, teve o menor percentual absoluto, de 17,1%. A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil decretou estado de alerta por conta do tempo seco. A recomendação do CGE é evitar exercícios ao ar libre entre as 10h e 16h e se manter constantemente hidratado.

O clima continua quente na capital paulista neste domingo, 13, com previsão de temperatura máxima de 35°C e baixos índices de umidade. A tendência de tempo quente permanece na segunda-feira, 14, com máxima de 33°C e índice de umidade abaixo dos 30%. Entre o fim da tarde e a noite, os ventos passam a soprar do quadrante sul, o que vai proporcionar significativo aumento de umidade e de nebulosidade. Há possibilidade de chuviscos. A temperatura apresenta acentuado declínio e a mínima de 19°C será observada no final da noite.