SP informa 1º caso da variante brasileira do coronavírus em paciente que não esteve em Manaus

A Secretaria Municial da Saúde alertou a população paulista sobre a maior transmissibilidade da variante e orientou a busca por um serviço de saúde em caso de qualquer sintoma da doença

  • Por Jovem Pan
  • 13/02/2021 21h48 - Atualizado em 13/02/2021 21h54
Rovena Rosa/Agência BrasilMovimento no Viaduto do Chá durante a quarentena

A Prefeitura de São Paulo comunicou na noite deste sábado, 13, que detectou o primeiro caso da Variante de Manaus, a nova cepa do coronavírus, em paciente que vive na cidade, mas que não esteve na capital amazonense. Através da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (COVISA), da Secretaria Municial da Saúde, o órgão alertou a população paulista sobre a maior transmissibilidade da variante e orientou a busca por um serviço de saúde em caso de qualquer sintoma da doença, como tosse, febre, dor de cabeça, entre outros.

“Após a suspeita é necessária a realização de exames, isolamento do paciente e das pessoas com as quais tenha mantido contato recente ou conviva diariamente. O caso identificado apresentou sintomas leves de Síndrome Gripal, não necessitando de internação. O exame foi realizado pelo Instituto de Medicina Tropical – USP. Especialistas da COVISA informam que os cuidados são os mesmos quando diagnosticado a Covid-19”, informou a Prefeitura, que completou. “Para o enfrentamento da Covid-19, durante o período de pandemia, as equipes da SMS têm intensificado ações de abordagem com orientação sobre o novo Coronavírus, prevenção, sinais e sintomas da doença em toda a cidade de São Paulo.”

A Variante de Manaus surgiu no final do mês de janeiro em pacientes vindos da capital do Amazonas. Desde então, a Prefeitura de São Paulo destinou de imediato o Hospital Municipal Dr. José Soares Hungria, em Pirituba, zona oeste da capital, para tratamento desta nova variante. No local, foram reservados 10 leitos, totalmente isolados, para que os pacientes possam ser atendidos. Caso seja necessário, existe a possibilidade de ampliar este espaço. A capital paulista é um dos municípios com mais casos e mortes provocados pela Covid-19 desde o começo da pandemia.