SP vai começar novo ciclo vacinal contra Covid-19 em 17 de janeiro de 2022, diz secretário

Jean Gorinchteyn afirmou que não se trata de uma ‘terceira dose’ de reforço e que decisão será mantida independente do consenso do Ministério da Saúde

  • Por Jovem Pan
  • 19/07/2021 11h05
GOVESP/Divulgação/28.10.2020Coronavac é desenvolvida pelo Instituto Butantan com tecnologia chinesa

O secretário estadual de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, afirmou que o Estado vai iniciar um novo ciclo vacinal contra a Covid-19 no dia 17 de janeiro de 2022. A data escolhida marca um ano da primeira pessoa vacinada no Brasil, a enfermeira Mônica Calazans. “O Estado de São Paulo vai iniciar essa campanha de uma nova fase de vacinação para Covid a partir de 17 de janeiro do próximo ano”, afirmou, em coletiva no Instituto Butantan. Na manhã desta segunda-feira, 19, foi entregue um milhão de doses da vacina CoronaVac ao Plano Nacional de Imunização (PNI). Com essa entrega, já são 56 milhões de doses encaminhadas ao Ministério da Saúde.

A previsão é de que o contrato, que compreende 100 milhões de doses, seja cumprido até o dia 30 de agosto. Jean Gorinchteyn afirmou que essa decisão foi tomada independente da postura do Ministério da Saúde, apesar das expectativas de consenso do MS e do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Ele deixou claro que não se trata de uma “terceira dose” de reforço. A vacinação contra a Covid-19 deve se tornar anual, assim como a vacina da gripe, e em 2022 já deve estar atualizada com as novas cepas variantes. Nesta segunda, no Estado de São Paulo, são imunizadas as pessoas com 34 anos. Até o dia 20 de agosto, todos os brasileiros com mais de 18 anos que residem em SP devem receber pelo menos uma dose de imunizante. Depois, será a vez dos jovens de 12 a 17 anos.