Suspeito de roubar bicicleta de casal que acusou injustamente homem negro de furto é preso

Polícia afirmou que jovem – que furtou bicicleta no Leblon – foi detido no apartamento em que morava no bairro do Botafogo, também na Zona Sul do Rio de Janeiro

  • Por Jovem Pan
  • 17/06/2021 18h32 - Atualizado em 17/06/2021 19h24
Matheus Ribeiro/Instagram/12.06.2021Jovem acusado injustamente de furto prestou boletim de ocorrência contra casal

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu nesta quinta-feira, 17, um jovem de 22 anos suspeito de ter furtado a bicicleta da professora de dança Mariana Spinelli e do designer Tomás de Oliveira, casal que é investigado por acusação injusta de roubo e por racismo após atribuir a culpa do crime a um jovem negro no último fim de semana. O caso é investigado pela 14ª Delegacia de Polícia do Leblon, mesmo bairro no qual o veículo foi roubado. Imagens de câmeras de segurança da região mostraram que o responsável pelo crime foi um homem branco que arrombou o cadeado da bicicleta e saiu do local em cerca de dois minutos em uma rua movimentada. Segundo a polícia, o suspeito de cometer o crime foi detido em casa, no Botafogo, também na Zona Sul do Rio de Janeiro, e tem 28 anotações criminais, metade delas por furtos de bicicletas.