Variante delta será predominante no Rio a partir do mês que vem, diz secretário de Saúde

Nesta semana, foram confirmadas as primeiras mortes no Estado por causa da linhagem indiana; Daniel Soranz reforça necessidade de vacinação

  • Por Jovem Pan
  • 24/07/2021 12h59 - Atualizado em 24/07/2021 13h07
EFE/Federico Anfitti/ArchivoSecretário municipal de Saúde pede para as pessoas não negligenciarem a vacinação

A variante Delta da Covid-19 será dominante no Rio de Janeiro provavelmente já no mês que vem. A estimativa foi feita pelo secretário municipal de Saúde do Rio Janeiro, Daniel Soranz. Nesta semana, foram confirmadas as primeiras mortes por causa da variante no Estado. Dezenas de casos suspeitos estão sendo monitorados pela prefeitura e pelo governo estadual. Na capital, vários testes genômicos estão sendo realizados, e há expectativa de que em breve seja confirmada a primeira vítima fatal da variante Delta na cidade do Rio.

Soranz lembrou que, por enquanto, a variante de Manaus segue dominante, mas cada vez mais está ganhando espaço a linhagem indiana. “É muito importante que as pessoas tomem a vacina. A gente vê que a maioria dos casos é de falha na barreira vacinal, pessoas que deveriam ter se vacinado, mas não se vacinaram”, disse. Estudos internacionais apontam que vacinas como a da Pfizer e a Astrazeneca têm eficácia contra a variante Delta.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga