Colômbia decreta alerta vermelho em Tolima por incêndios florestais

  • Por Agencia EFE
  • 05/09/2015 19h01

Bogotá, 5 set (EFE).- O departamento de Tolima, no centro da Colômbia, entrou em alerta vermelho neste sábado como consequência dos 34 incêndios florestais registrados em 24 municípios da região, que teve mais de 12.125 hectares atingidos pelas chamas, informou o Ministério de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

O representante da pasta, Gabriel Vallejo, afirmou que neste ano houve 1.906 incêndios nesse departamento, afetando ecossistemas estratégicos de locais ermos, florestas e cultivos.

“Estamos trabalhando com os prefeitos e a sala de crise porque temos nove municípios com níveis de incêndios complexos, e estão sendo feitos sobrevoos nas diferentes localidades para priorizar e ver como realizar o trabalho”, explicou Vallejo em entrevista coletiva em Ibagué, capital de Tolima.

Vallejo também disse que os incêndios não são consequência apenas das altas temperaturas causadas pelo fenômeno El Niño, mas muitos são provocados.

“Com enorme dor, tenho que informar que mais de 80% dos incêndios foram causados por piromaníacos ou por pessoas que querem ampliar sua fronteira agrícola criadora de gado”, disse.

Vallejo recomendou que os colombianos economizem água porque “superamos a barreira dos três mil incêndios florestais no país e tivemos mais de 68 mil hectares consumidos”, analisou.

O diretor do Instituto de Hidrologia, Meteorologia e Estudos Ambientais da Colômbia (Ideam), Ómar Franco, disse que em Ibagué a temperatura está quatro graus acima da média e que pode haver escassez de água pelo baixo nível dos rios da região.

Franco comentou que as chuvas podem diminuir até 60% até o fim do ano no país por causa da intensificação do fenômeno El Niño. Enquanto isso, a União Nacional de Gestão de Riscos e Desastres (UNGRD) assinalou que os incêndios ativos nos municípios de Tolima afetaram dez imóveis. EFE