Comissão Eleitoral egípcia situa em 37% participação em votação

  • Por Agencia EFE
  • 27/05/2014 19h35

Cairo, 27 mai (EFE).- A taxa de participação nos dois primeiros dias de eleições presidenciais no Egito se situou em torno de 37%, conforme anunciou nesta terça-feira a Comissão Eleitoral Suprema, após estender em um dia o prazo para votação.

Em declarações divulgadas pela agência estatal “Mena”, o secretário-geral da comissão, Abdel Aziz Salman, assinalou que estes números não são oficiais, e que é preciso esperar até o final para conhecer a participação definitiva.

Além disso, justificou a decisão de ter ampliado o prazo de votação como uma “resposta ao pedido de uma delegação popular”, que reivindicou mais tempo para votar devido ao intenso calor dos últimos dias.

“Se o Comitê Eleitoral Supremo adotou a decisão de estender a votação, isso responde ao desejo dos egípcios e não ao dos candidatos”, acrescentou.

A comissão, além disso, rejeitou os recursos apresentados pelas equipes dos dois candidatos em disputa, o ex-chefe do exército Abdul Fatah Khalil Al-Sisi e o esquerdista Hamdin Sabahi, que pediram a anulação da extensão da votação.

A decisão suscitou críticas de grupos e partidos como o da Constituição, que tinha pedido o voto para Sabahi e que emitiu um duro comunicado de condenação na qual mostra suas “suspeitas” diante da medida repentina. EFE