Comunicações do avião afastam a possibilidade de falha mecânica, segundo ABC

  • Por Agencia EFE
  • 13/03/2014 21h44

Washington, 13 mar (EFE).- Os dois principais sistemas de comunicação do avião de Malaysia Airlines desaparecido desde sexta-feira deixaram de emitir sinais com 14 minutos de diferença, o que afasta a possibilidade que o fato tenha ocorrido por uma falha mecânica, informaram fontes oficiais a rede americana “ABC News”.

A última informação recebida do sistema de transmissão de dados foi 14 minutos antes que o transponder, o que indica a localização e a altitude, segundo as estimativas dos investigadores americanos consultados pela emissora.

De acordo com essas fontes, este fato torna mais plausível a possibilidade que o ocorrido tenha origem intencional e que a hipótese do desaparecimento se deva a uma falha mecânica.

Os investigadores americanos explicaram a “ABC News” que estão “convencidos que houve uma intervenção manual” no momento em que os dois sistemas de comunicação do avião deixaram de funcionar.

O voo MH370 decolou de Kuala Lumpur, a capital da Malásia, no sábado passado às 00h41 hora local (13h41 em Brasília, sexta-feira) e tinha previsão de chegar a Pequim às 06h30.

O Boeing 777-200 levava combustível para 7,5 horas de voo e transportava 227 passageiros, incluídos dois menores, e uma tripulação de 12 pessoas. EFE