Debate político nas redes sociais revelam intolerância e desrespeito; entenda por quê

  • Por Jovem Pan
  • 28/10/2014 09h49

O debate político nas redes sociais revelou show de intolerância e desrespeito e mostra que o Brasil ainda não está preparado para este fórum. Amparados em um suposto anonimato ou na presunção de poder absoluto e liberdade total nas redes, usuários adotaram posturas racistas e xenofóbicas.

Apenas no domingo, o Facebook registrou mais de 49 milhões de publicações sobre as eleições, boa parte delas ofensiva e com registros de intolerância. Para o psicólogo Paulo Anunziata Lopes, do Núcleo de Pesquisa em Psicologia em Informática, as atitudes são reflexo do embate entre os partidos.

O professor Fabro Steibel, integrante do Instituto de Tecnologia e Sociedade, avaliou que o Facebook e outras redes sociais não são ambientes para debate. Segundo ele, não foi encontrado um modelo para debate nessas plataformas, especialmente porque os usuários ainda não estão maduros o suficiente.

Steibel lembra que o Marco Civil da Internet e a Lei de Crimes da Internet garantem direitos, deveres e punições aos internautas. Ofensas contra indivíduos ou grupos também podem ser denunciadas para os administradores dos sites; neste caso, o agressor pode até ser expulso.