Após fala de Bolsonaro, Petrobras perde quase R$ 29 bilhões em valor de mercado

Estatal começou esta sexta-feira, 19, valendo R$ 383 bilhões encerrou o dia com valor de R$ 354,8 bilhões

  • Por Jovem Pan
  • 19/02/2021 19h35 - Atualizado em 19/02/2021 19h52
Tânia Rêgo/Agência BrasilQueda influenciou resultados do Ibovespa nesta sexta

O último pregão da semana foi marcado por uma forte perda para a Petrobras. Isso porque a estatal perdeu R$ 28,2 bilhões em valor de mercado nesta sexta-feira, 19, após as falas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a empresa. Em transmissão ao vivo realizada na quinta, 18, o presidente falou em mudanças na Petrobras e chamou de “excessivos” os aumentos no valor dos combustíveis determinados pela petroleira. As declarações não repercutiram bem e levaram as ações preferenciais da estatal a recuarem 6,12% enquanto que as ordinárias caíram 7,54%. Com isso, a Petrobras, que começou a sexta valendo R$ 383 bilhões encerrou o dia com valor de R$ 354,8 bilhões.

De fato, Bolsonaro interveio na estatal. Em um comunicado veiculado em suas redes sociais, o presidente anunciou a substituição de  Roberto Castello Branco por Joaquim de Silva Luna. O novo manda-chuva da empresa de petróleo é general da reserva do Exército e foi ministro da Defesa entre 26 de fevereiro de 2018 e 1º de janeiro de 2019. Atualmente, ocupa o cargo de diretor-geral da Itaipu Binacional. O capitão decidiu realizar a troca porque não ficou satisfeito com o aumento do preço dos combustíveis promovido por Castello Branco.

A Petrobras influenciou o Ibovespa, que terminou a sexta com uma queda de 0,64%, com 118.430 pontos. Apesar do cenário desfavorável por conta da estatal, o dólar fechou com queda de 1,02%, com valor de R$ 5,385. Entretanto, a moeda americana terminou a semana com uma alta de 0,2%. Desde o início de 2021, a moeda registrou uma alta de 3,79%.