Bovespa abre em queda com exterior; agentes esperam dado de emprego dos EUA

  • Por Estadão Conteúdo
  • 02/02/2018 11h34
Hugo Arce/Fotos PúblicasEm Wall Street, o Dow Jones cedia 0,60% e o S&P 500 operava em baixa de 0,65%

A Bovespa iniciou os negócios em queda firme, de mais de 1,0%, em meio a um movimento de realização de lucros de curto prazo engatilhado pela deterioração dos mercados acionários internacionais no período da manhã desta sexta-feira, 2. Às 10h30, o principal índice da Bolsa brasileira recuava 1,16%, aos 84.502,92 pontos, com ajuste de preço generalizado entre as blue chips.

Em Wall Street, o Dow Jones cedia 0,60% e o S&P 500 operava em baixa de 0,65%.

A expectativa agora é pela divulgação do relatório oficial do mercado de trabalho dos Estados Unidos, o payroll, às 11h30, que pode ajudar a nortear as apostas para a política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) após sinalização de um aperto monetário mais forte no país.

Internamente, gera mal estar, ainda que com impacto limitado sobre os ativos, a percepção de que o governo “jogou a toalha” na busca pelos 308 votos necessários para a aprovação da reforma da Previdência, que tem votação marcada para dia 19 na Câmara.

Em entrevista ao Broadcast (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado), o presidente Michel Temer declarou que já fez sua parte em relação à proposta e que ainda avaliará, juntamente com o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), se o texto será colocado mesmo em pauta após o carnaval.