Governo confirma novos valores para benefícios do INSS e teto passa para R$ 7.087

Reajuste de 10,16% segue o acumulado do INPC em 2021

  • Por Jovem Pan
  • 20/01/2022 11h37 - Atualizado em 20/01/2022 12h10
Agência Brasil/Marcello Casal Fachada do INSS vista debaixo Mudanças nos pagamentos foram divulgadas no Diário Oficial da União

O governo federal divulgou nesta quinta-feira, 20, os novos valores dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para 2022. Com o reajuste, o teto de pensões e aposentadorias passa de R$ 6.433,57 para R$ 7.087,22, alta de 10,16%. A mudança é feita com base no acumulado do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 2021, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no início do mês. Pela lei, os benefícios pagos pelo INSS não podem ser inferior a R$ 1.212, o mesmo valor do salário mínimo. O reajuste de 10,16% vale para quem estava recebendo o benefício desde janeiro de 2021. Para os meses seguintes, o índice é menor, conforme o início do pagamento. Confira abaixo os reajustes mensais.

DATA DE INÍCIO DO BENEFÍCIO REAJUSTE (%)
Até janeiro de 2021 10,16
em fevereiro de 2021 9,86
em março de 2021 8,97
em abril de 2021 8,04
em maio de 2021 7,63
em junho de 2021 6,61
em julho de 2021 5,97
em agosto de 2021 4,9
em setembro de 2021 3,99
em outubro de 2021 2,75
em novembro de 2021 1,58
em dezembro de 2021 0,73