Investidores retiram R$ 1,5 bi da bolsa brasileira após eleições na Argentina

  • Por Jovem Pan
  • 14/08/2019 11h41
EFEIbovespa entrou em queda após resultado das eleições primárias

Investidores estrangeiros retiraram R$ 1,586 bilhão da B3, a Bolsa de Valores oficial do Brasil, na última segunda-feira (12). A decisão foi tomada após o atual presidente da Argentina, Maurício Macri, ter sido derrotado nas eleições prévias do último domingo (11) pela chapa de Alberto Fernández e Cristina Kirchner.

Um dia depois do resultado, o Ibovespa fechou em baixa de 2%, aos 101.915,22 pontos, com maior aversão ao risco em países emergentes. A possível eleição de Fernández, que não tem apoio do presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem causado discussões dentro da política brasileira, além de dúvidas em relação a acordos comerciais, como o fechado entre Mercosul e União Europeia (UE).

Panorama

Em agosto, o saldo de capital estrangeiro na bolsa está negativo em R$ 6,583 bilhões, uma vez que as vendas (R$ 70,826 bilhões) foram maiores do que as compras (R$ 64,242 bilhões). Em todo o ano de 2019, o volume de retiradas de estrangeiros na Bolsa também está negativo, em R$ 17,017 bilhões.

*Com Estadão Conteúdo