Estado de SP e ANA entram em conflito por interrupção de fornecimento do Cantareira

  • Por Jovem Pan
  • 01/10/2014 17h39
Sistema Cantareira registra nível de apenas 15Sistema Cantareira registra nível de apenas 15

Estado e Agência Nacional de Águas voltam a travar disputa pela gestão do Cantareira que está com volume em 6,9%.

A sequência de queda indica que a Sabesp será obrigada a começar a extrair a segunda parte do volume morto a partir de 21 de novembro.

A ANA, Agência Nacional de Águas, quer que o Estado faça interrupções diárias no fornecimento a partir do Cantareira.

Falando a Thiago Uberreich, o presidente da Fundação SOS Mata Atlântica, Mário Mantovani, considera a disputa política e critica o órgão federal:

“A ANA não se manifestou quando do código florestal”, criticou Mantovani.

Ouça detalhes das entrevistas no áudio acima

Mário Mantovani avalia que a gestão do Cantareira deve ser discutida entre o Estado, o Comitê de Bacias e a sociedade.

O secretário de recursos hídricos, Mauro Arce, afirma que o fornecimento de água em São Paulo está garantido até março de 2015.

Em nota, a Agência Nacional de Águas confirma que fará reuniões nesta quarta e quinta em Campinas e em Extrema, Minas Gerais.

A ANA nega que serão discutidas medidas para a Região Metropolitana e diz que vai debater ações que garantam o fornecimento para o interior paulista.